sexta-feira, 20 de maio de 2016

Gratidão

Cada sonho é assim... um gosto de ahhhhhhh!! Como descrever gratidão? Como falar de um azul profundo no céu dos neurônios ou uma nuvem branca na brisa do pensamento? Então ver o sonho chegar é assim...Como água fresca no sol escaldante... Quando a força do olhar embaça e a estrutura vacila nos forçando a olhar pra cima. Como dizer apenas " muito obrigada"? É tão pouco pra dizer, Então em silencio eu curvo a fronte e uma lágrima escorre... Não há nada a dizer... Eu só posso sentir, só posso crer! Não há como retribuir, nada se aproximaria, mas eu sei que entendes as letras, interpretas as páginas, inspiras o tema e enfim... formas em mim o que só Tu poderias por de tão peculiar e nasce a escrita! Sylvia Feitosa
Postar um comentário