sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Voltar á inocência...e acreditar em Ti






Deixem-me a sós com meu Pai!


Saiam todos da sala, tranquem a porta e me deixem a sós. Quero contar minhas queixas, gritar minhas angustias , aproveitar a deixa...
Quero chorar toda mágoa, quero confessar que magoei. Quero admitir que errei.Algumas vezes propositamelmente e aceitar o castigo, mas quero me abrir contigo, Pai e mais ninguém!
Quero enumerar minhas fraquezas, quero uma audiência! Quero ser criança outra vez!
Quero reinvidicar o que me roubaram, quero que você , Pai, vá lá reclamar o que é meu.
Quero destilar meu veneno, quero me sentir pequeno, pra caber nos braços teus!
Já passei muito além dos trinta,mas ainda tenho aquela pinta acima dos olhos, perto do céu.
Sou eterna adolescente, venho a ti tão carente a te encontrar além do véu.
Pai, já não mais o que faço, tenho no corpo o cansaço de marcas e frustrações. Sei que és tão bom comigo, no espelho eu abrigo a imagem das estações. Gostas deste meu cabelo, e meu corpo em teu zelo tem saúde que é prodígio.
Pai fiquei enamorada, e por paixões erradas eu verti sangue e suor. O meu tempo desperdiçado, não quero mais ver o passado, me abraça diz que acabou!
Pai ,que saudade tenho de ti,por isso hoje volto aqui ...
Quero muito o teu conselho, que me firme em meus artelhos e me faça prosseguir. Oh, Pai deixe-me deitar em colo, recomeçar carreira solo, refazer meu existir.
Sei que és Pai e vês além, me castigas pro meu bem, não conta a mancha que houve em mim. Sabes o tanto que eu chorei, quando em conflito te procurei pra não me deixar partir.
Pai te quero eternamente, ouves o que há me minha mente, conforta-me ou briga comigo!
Pai tu és o rumo, a voz fiel, a paz que me faz adormecer,
Eu te amo de toda minha alma, me conduz em tua calma,
Quero um tempo a sós contigo, meu Pai...Meu melhor amigo!

Postar um comentário