sexta-feira, 1 de agosto de 2014

" Pelo menos vir achar razão para viver..."

Fevereiro...
uma incógnita, um vício, meu indicio!


Fevereiro nunca foi um mês fácil pra mim. Um mês tão festivo teve reincidências de luto.
Mas, Fevereiro na sua febre, apenas significa que estou vivendo. Estou sobrevivendo ao dia quente, ainda subsisto após a tempestade.
Apesar do verão , ele me deixa mais dura, mais inflexível, também mais experiente.
As vezes traz torrentes de FlashBack, reflexões que trazem lágrimas repetidas.
Me trouxe presentes e também trouxe dores irreverentes. Ao olhar alheio :flores!
Ao arco-íris pálido: cores ;e ao solitário trouxe inconsequentes amores!

Me deu um "presente de Grego" quando eu queria sossego. E sem eu saber porque era querida, trouxe-me a dádiva da vida.
A vida é um presente que ainda não aprendi a administrar...
Mas aprendi que vale a pena!
Vale a pena tentar...
Vale muito a pena depender do criador.

Fevereiro,
Difícil descrever...
Difícil passar por ele,
imprecíndivel enfrentá-lo...
Um desafio amá-lo!


" Eu sei quem escolheu a gente pra ser um corpo só, só quem me conheceu doente vê como estou melhor assim...O tempo vem, se voce deixar vir..."



Fevereiro 2010
Postar um comentário